quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

8 de Fevereiro de 1917 – Por que o Brasil está destinado a ser um país socialista

Restam apenas três exemplares na Grande PanBiblioteca do Sistema Solar [novo nome da bisonha Biblioteca Nacional, modificado pelo pretensioso regime dos Neo-Alcântaras [de 1999 a 2003] de um manifesto que encerra uma filosofia e um tom profético.

Sob didático título Por que o Brasil está destinado a ser um país socialista agregam-se as seguintes breve palavras [o autor, como o tempo e a polícia política sugerem, é anônimo]:

Esqueçamos, ó amigos, amigas, camaradas e outros, a ideia de que o Brasil será um dia um país capitalista avançado. Nunca o será. Mas não por alguma razão classista, correlação de forças, conflito de relações de produção, mais-valia ou nada disso. Nosso destino não será determinado pelas forças dialeticamente em confronto.

Será pela preguiça mesmo.

Vejam, camaradas: marca-se às 8 horas, o sujeito chega às 12; marca-se às 8 no dia seguinte, ele chega a uma da tarde; marca-se de novo às oito, às 7 e quarenta ele ainda dorme.

Que tipo de sociedade se pode fazer desse jeito, camaradas? Só uma sociedade socialista de baixa produtividade, com produtos pouco sofisticados, trabalhos arrancados com a facilidade de partos, e o povo a viver na base do vai levando.

Uma sociedade capitalista avançada exige um dinamismo que não temos.

Por isso o nosso futuro é socialista. Por falta de alternativa.

O Tom profético vem de que esse manifesto veio mesmo antes da Revolução Russa. A não ser que date de alguns anos depois, e algum engano ou a preguiça o tenham datado errado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário